quarta-feira, 6 de junho de 2007

Doença ORNITOSE /PSITACOSE

ATENÇÃO:
Esta matéria contem imagens eventualmente chocantes.

Coriza é a mais conhecida e é comum designar todas as doenças caracterizadas por secreção nos olhos e dos orifícios nasais como coriza. É um germe hemofílico frequente em lugares com humidade, correntes de ar e sem abrigos para as aves. Provoca um corrimento nos olhos ( lacrimejamento ) e nas narinas, essa secreção aumenta, se torna viscosa e provoca o inchaço da cabeça e dos olhos, podendo atingir os olhos, chegando a cegar a ave, há diminuição da postura e emagrecimento. É necessário o tratamento com antibióticos, o isolamento das aves contaminadas e a desinfecção de todos os viveiros pois a doença é altamente contagiosa e pode provocar a morte das aves se não forem medicadas prontamente.

Os sintomas são: febre, cefaléia, mialgia, calafrios, tosse. O período de incubação da doença pode variar de 3 a 6 dias.
A ornitose tem duas formas:
A forma aguda que pode ser recon
hecida nas aves pela respiração ruidosa, conjuntivite uni ou bilateral e enterite muco-aquosa com diarreia.
A forma crónica é mais frequente nas aves adultas que, no entanto, demonstram poucos ou ne
nhuns sinais da doença.
Após recuperação, as aves continuam a representar ameaça para as outras da colónia e para o homem, pois o agente permanece latente.

Tratamento:
O tratamento de escolha é à base de antibióticos.

O tratamento da colónia é feito com chlortetracyclin+, que vem demonstrando há vários anos um controlo efica
z da ornitose.
Para manter a sua eficácia, o tratamento de 30 dias com chlortetracyclin+ não pode ser Interrompido.
Ornicure
Tratamento de infecções do tracto respiratório, de ornitose ou psitacose.
Embalagem de 8 carteiras de 4 gramas.

AVIZOON - Ornitose / psitacose Para que a fonte de contagio não se propage ,deve retirar todos os comedouros abertos do fundo do viveiro. Pois as fezes (muito liquidas) são altamente contagiosas e misturadas com as sementes são um problema.Tentar manter o fundo (s) viveiro (s) o mais limpo possível o mesmo é valido para todos os assessórios (limpos e desinfectados).

O tratamento deve ser feito a todas as aves, independentemente se afectadas ou não ,estamos perante um agente infecto contagioso. A água dos tratamentos deve ser mudada todos os dias. Se poder, retire os bebedouros por 2 ou 3 horas. Da parte da manha e depois de almoço,podendo retirar os bebedouros durante a noite. Este procedimento leva a que as aves procurem com mais avidez a água ( ficam com sede).Devemos tentar arejar o local. Muito cuidado com as correntes de ar. Parar com as misturas de papas humidas,sementes cozidas,couscous e outros de género.

Como evitar: A infecção é provocada pela inalação de poeiras em suspensão que contenham o agente, ingestão de alimento ou água contaminados com fezes, criação ou contacto com os borrachos. Boa alimentação e higiene rigorosa são importantes

A Ornitose é uma doença infecciosa aguda, cujo agente etiológico, Chlamydia psittasi, tem afinidade pelo sistema respiratório superior e inferior. "Chlamydia psittaci". Os "Chlamydia" são pequenos microorganismos não móveis que invadem as células tornando-se seus parasitas.

Notas:
Não fornecer alimentos que contenham cálcio (ex.: grit), pois o cálcio inibe a clortetraciclina, reduzindo a sua eficácia.
Não fornecer água para o banho.

MUITA ATENÇÂO: As pessoas lidarem directamente com as aves afectadas deveram lavar e desinfectar as mãos e material utilizado, esta doença e contagiosa até para o homem e a outros mamíferos. Em caso de persistência grave da doença consultar um veterinario.

Esta matéria teve como referencia alguns artigos sobre a ORNITOSE.

As fotos são de Osvaldo Sereno


3 comentários:

Guilherme Faria disse...

Bom dia,

Infelizmente tenho alguns canários com Ornitose. Nos anos anteriores vacinei os meu canários com a Poulvac P Canary, mas este ano incrivelmente paráram a produção da vacina na Europa, o que concidero um retrocesso ideotico.
Queria perguntar se a Ornitose é reencidente ou se as aves que a têem ficam imunes como acontece com a variola?

Obrigado
Guilherme Faria

João Souza disse...

Gostaria de saber se exsite algum tratamenyo especifico para o contagio do ser humano. pois, ate agora o que encontrei foi tratamento com antibióticos.

João Souza disse...

Gostaria de saber se existe algum tipo de tratamento especifico para o ser humano, pois, ate o momento somente encontrei tratamento feito por antibióticos.