segunda-feira, 9 de Março de 2009

Periquito Princesa de Gales


Número 03 - Ano 03 - Março 2009


Periquito Princesa
Linhagem real


Nesta ave tudo respira requinte e elegância, muito embora venha da palradora família dos periquitos, parentes próximos dos barulhentos papagaios. Foi baptizada com o nome científico de Polytelis alexandrae em honra da princesa Alexandra da Dinamarca que se tornaria rainha de Inglaterra ao casar-se com o príncipe Eduardo VII de Gales. O nome ganhou variações que foram até Periquito Rainha Alexandra.

Ele e ela O nome que mais diz sobre esta ave australiana é o de Periquito de Garganta Rosa, por ser esta cor aquela que melhor a distingue de outros periquitos, a par da sua coroa azul (cinzenta no caso das fêmeas) que sobressai sobre o tom maioritariamente verde da plumagem, a qual é mais garrida nas asas. O bico é de um vermelho coral, bem mais pálido no caso das fêmeas. Enquanto os machos têm íris cor-de-laranja, elas ficam-se pelo castanho. No que à coloração diz respeito, em que o verde predomina, há ainda duas outras mutações: albino e azul.

Coroada e com predicados É uma ave pequena, mas a sua estreita e longa cauda granjeiam-lhe quase meio metro de comprimento total. Mas quem apenas ouvir os seus chamamentos barulhentos poderia facilmente imaginar uma ave maior. Ainda que cada vez mais difíceis de encontrar em liberdade, são uma das espécies favoritas entre muitos avicultores, e as razões são de peso: podem chegar aos 30 anos, conseguem, perante um ambiente favorável, afeiçoar-se a mais do que um membro da família, e são aves adoráveis e de uma beleza surpreendente a cada dia.

http://www.instinto.pt/site/saude_formulario.php
A instinto conta com profissionais para o ajudarem. Ao entrar no site desta revista pode ainda encontrar: Fórum - Curiosidades - Notícias - Espécies - Educação - Entrevistas - Saúde - Contactos - Adopções e Especiais. Tudo isto para os seus animais.
Fonte : http://www.instinto.pt/site/index.php

Sem comentários: