terça-feira, 3 de março de 2009

DIFERENÇAS ENTRE ALGUNS EXÓTICOS 2

DIMORFISMO SEXUAL
Continuação
Diamante Papagaio

O Diamante Papagaio ( Erythrura Psittacea ), talvez a ave exótica "mais portuguesa" que conheço, pois só lhe falta um pouco amarelo perto dos olhos e seria a "bandeira Nacional", no aspecto da cor; originário da Austrália pode ser encontrado em outras ilhas: Ilhas Carolina, Ilhas Molucas e regiões da nova Guiné , o seu tamanho varia entre os 12 e 13 centímetros.
A alimentação desta Erythrura é constituida por várias sementes. Nas lojas, por norma a sua referencia vem como comida para aves exóticas, como complemento da sua alimentação em cativeiro é conveniente complementar o se "menú" alimentar com: papa de ovo misturada com papa de insectos e "grite" esta mistura de minerais deve estar sempre à sua disposição (muito importante para a digestão; na altura da criação ajuda com o cálcio na formação dos ovos).
A reprodução é feita num ninho tipo caixa ou em ninhos de corda cilindricos. Pode reproduzir-se em gaiola individual ou em colónia (viveiro grande), deve ter-se sempre em atenção o local onde vai alojar este tipo de aves, por ser um exótico a temperatura não deve andar abaixo dos 16Cº.
Como identificar os machos das fêmeas?
Podemos ver que nas imagens há pequenas diferenças mas, suficientes para podermos acertar num casal. Se observarmos com atenção numa boa iluminação a coloração avermelhada da fêmea na cabeça é menos colorida que a cor da cabeça do macho,

quando visto de barriga para cima podemos observar que o macho possui umas pequenas penas vermelhas na cloaca, coisa que as fêmeas não têm (cuidado que muitos "aldrabões", arrancam-nas para as venderem como fêmeas).

Na altura em que o casal esta prestes a criar pode ver-se perfeitamente as diferenças. A fêmea apresenta a barriga perto da cloaca dilatada devido a formação dos ovos; o macho apresenta um "espigão" saliente, que quase forma um "L" entre a base do espigão e barriga.


A foto em cima (duas fotos do lado direito da mesma) representa muito bem o que é um macho e uma fêmea, aliás, esta diferença pode ser válida para outras aves (canários entre outros). Este pormenor é bem perceptível entre os sexos .

Pode ver-se que a coloração das cabeças difere entre ambas as aves. Outra das diferenças é que os machos cantam e as fêmeas não.
Tudo o que escrvevi depende sempre da condição fizica das aves, plomagem, idade, etc...


DIAMANTE GOULD
O Diamante gould (Chloebia gouldiae), é talvez das aves exóticas de médio porte mais coloridas que há. O seu nome foi uma homenagem do grande ornitólogo John Gould à sua esposa Elizabeth Gould, ave originária da Austrália; devido as suas cores vivas o Diamante de gould tornou-se muito popular no "seio" dos criadores de aves de todo o mundo, devendo realçar que hoje está mesmo em vias de extinção na natureza (liberdade), existindo em cativeiro uma variedade e número que pode ser a salvação da espécie.
A sua alimentação é constituída por uma mistura de sementes próprias para aves exóticas, qualquer loja "Pet" tem. Já a sua criação em cativeiro é um pouco complicada, pois muitos dos casais criados em cativeiro não são capazes de criar as suas crias mas há criadores que têm sorte com algumas aves, de salientar que se as crias forem criadas pelos progenitores ficaram maiores e criam posteriormente melhor.

Por norma são utilizadas amas (Bengalins) para criar os Diamantes. Os ninhos adequados para os diamantes são uma caixa (madeira ou plastico) com um pequeno orifício. Atenção, com a evolução dos criadores foram construídos modelos específicos para estas aves.

O dimorfismo sexual é fácil.
Por norma os machos diferem das fêmeas, devo no entanto salientar que em mutações muito claras (quase branco) essas diferenças para os menos esperientes sejam mais difícil de se observar.

Como podemos ver este casal-mutação azul de cabeça preta e cabeça cinzenta, a cor do peito do macho é roxo forte; já o peito da fêmea é roxo diluido para o claro.

A coloração das barriga também deve ser considerada para a diferenciação sexual destas aves, nos machos a cor é sempre mais forte e blilhante.

Neste casal mutação-amarela de cabeça vermelha e cabeça laranja, podemos ver a diferença da cor do peito. O roxo mostra as suas diferenças (cor e brilho). Relembro que para além desta também é possível ver que a cor amarela da barriga é diferente entre as aves, o amarelo dos machos por norma é muito mais forte, já as fêmeas têm um amarelo "desmaiado"claro.

O Diamante existe num número impressionante de colorações mas, a cor original é conhecida entre os criadores como "clássico". Nas fotos em baixo podemos ver a verdadeira cor desta ave, também aqui é possível ver o dimorfismo sexual desta espécie, tudo o que escrevi antes é válido para os Diamantes "clássicos".


Os acasalamentos devem ser por norma peito roxo x peito branco ou visse versa.
Devo ainda lembrara que só os machos cantam, durante a corte de acasalamento o macho
dançam, ele curva-se perante ela, balança a cabeça por uns 10 segundos (nesta posição) e logo após, começa a saltitar com o peito estufado e com o olhar fixo na fêmea.

Como informação complementar, existem variações de cores entre o Diamante-de-gould: classícos, pasteis, azuis, amarelo e brancos, o curioso é que todas estas podem ter as cabeças de variadissimas cores: cabeça-vermelha, cabeça-preta, e cabeça-amarela, cabeça-laranja, cabeça-cinza entre muitas outras outras. Os criadores nunca estão satisfeitos com a cor que têm.
Continua...

2 comentários:

birdtoys disse...

encanta tu website... Es bien info para birds.

Bird Toys
http://www.BirdToys.com

tiago daniel Breda disse...

Bom dia eu gostari se voce podesse dizer com se extingue o diamante gould se e macho ou femia