segunda-feira, 29 de junho de 2009

Alerta!! Urgente!!!!

Quercus «Pastilhas eláticas»


Atraídos pelo cheiro adocicado e pelo sabor de fruta, os passarinhos tentam comer restos de pastilhas elásticas deixadas, irresponsavelmente, em qualquer lugar. Ao sentirem a pastilha colada no seu bico, tentam, desesperados, retirá-lo com os pés... E aí, acontece o pior: acabam sufocados.
Por favor, embrulhe a pastilha num pedaço de papel e deite-o no lixo.
Passe esta mensagem!


Seja você também consciente
e ajude a Natureza!


Há tanta coisa simples que podemos fazer para evitar tanta coisa assustadora!
Esta é uma delas...

Fonte: Enviado para o meu email.

quinta-feira, 25 de junho de 2009

Exóticos - 5

Diamante Sparrow - ( Emblema Guttata)

Distribuição: Austrália.
Dimensões: Aproximadamente 12 cm.
Dimorfismo sexual: não é fácil mas, podem ser observadas algumas diferenças, nos machos a cor do bico e quase sempre mais forte que as fêmeas, outra diferença é a cor da aréola do olho, nos machos, pode ser mais forte e colorida ; já as cor da aréola das fêmeas é menos colorida"desmaiada", os machos cantam (canto agudo e comprido) tipo "comboio" e as fêmeas só piam.
Atenção que as mutações por vezes levam-nos a cometer erros na identificação dos casais.
Acasalamento: os Sparrows podem ser extremamente violentos na altura de criação, o acasalamento pode levar mesmo a morte de um dos progenitores, o meu conselho é: manter o casal separado mas, à vista, e só quando as duas aves demonstrarem interesse mutuo estão prontas é que se deve juntar o casal, mesmo assim,vigie o casal nos momentos após a junção para que não haja depois cenas tristes.

Comportamento social: estas aves podem ser mantidas juntas e viveiro com mais indevidos da mesma espécie ou outras, são agressivos quando os machos atingem a maturidade sexual, devem ser passados para viveiros separados das fêmeas, evitando assim disputas e rituais de acasalamento.

Ninho: os ninhos devem ser rectangulares e com abertura (buraco ou entrada meia aberta), as lojas da especialidade têm ninhos específicos para exóticos mas, também podem ser utilizados ninhos de madeira(tipo/periquito), a fêmea faz posturas de 2 a 6 ovos, o tempo de incubação varia, vai de 12 a 14 dias, ambos os progenitores chocam os ovos.
As crias saem do ninho por volta das 6 semanas.
Muitos criadores optam utilizar os Bengalins como amas , pois este são muito mais dedicados durante a criação, possibilitando assim que as fêmeas de Sparrow façam mais posturas.
Atenção que o excesso de postura pode levar a que a fêmea morra por fraqueza ou falta de posturas no ano seguinte.

Alimentação:ave granívora , as lojas por norma têm mistura para aves exóticas.Mas , também gosta de comer insectos larvas da farinha (tenébrios molitor) e larvas de búfalo, pápa de insectos misturada com pápa de ovo.
Mutações: Pastel (castanho claro) de bico vermelho ou laranja com as penas da rabadilha laranja ou vermelhas, depois temos os cinzentos claro (prata) com bico laranja e avermelhado com rabadilha laranja ou vermelha. por norma os flancos da aves são com "escamas" brancas tanto nas mutações como nos clássicos.
A sua cor clássica é preto, branco vermelho "vinho" e bico vermelho escuro.

quarta-feira, 17 de junho de 2009

Diamante Mascarado

Diamante Mascarado ou (Poephila personata)

video

Origem: Austrália

Tamanho: Aprox. 14 cm

Alimentação: Granívoro (alimenta-se quase exclusivamente de sementes) . Sementes para aves exóticos.

Dimorfismo sexual: Os machos cantam, a sua "mascara" preta nos machos é ligeiramente maior que as das fêmeas, quando são aves novas (antes da 1ª muda) não é fácil a identificação dos casais.

Ninho: Fechado ou meio aberto, em madeira ou em corda. Pode nidificar em gaiola ou em viveiro ao ar livre.

Pode ser mantido em gaiola , não muito pequena ou pode viver em espaços aberto (viveiro ao ao livre) mas resguardado do frio e vento durante o inverno, pois estas aves não suportam temperaturas baixas.

A anilha deve ser exóticos 2,5 mm. Nas exposições deve ser inscrito como:F2 - 81/82 Diamante mascarado (Poephila personata) ancestral), pode participar por dois anos.

quinta-feira, 11 de junho de 2009

Diamante Mandarim

Simplicidade imperial
Ele veio de longe, de muito longe
Timor-Leste, Austrália ou Indonésia. Estes os países de origem desta ave, mas pode encontrá-la em boas lojas da especialidade, ou mesmo em algumas zonas rurais ou urbanas, incluindo em Portugal, onde foi introduzido.

Mutações
Esta ave apresenta-se num sem número de variantes de cor e até de formas, fascinando todos aqueles que nutrem apreço pela avicultura. Mas são oito as cores básicas, às quais se somam hoje várias centenas de outras tonalidades resultantes de mutações introduzidas pelos criadores e que contempla mesmo variantes de bico amarelo ou com poupa.

Todos diferentes, todos iguais
Comum a todos é o bico vermelho e as riscas brancas e pretas nas laterais e na cauda. As fêmeas distinguem- se destes por se apresentarem em tons mais claros, incluindo a cor do bico, e não cantarem. Os jovens têm a cauda mais curta e pontilhados castanhos no bico. O canto de cada macho é absolutamente único.

Amigo do seu amigo
A sua esperança de vida ronda os cinco anos, mas é uma ave saudável e muito resistente. É uma espécie pacífica e altamente sociável, não apenas entre pares como com os humanos, os quais procura, muitas vezes em detrimento dos colegas de aviário. Uma óptima escolha para aviários comunitários.

Questões práticas
A gaiola deve sempre permitir-lhe voar. O Diamante Mandarim aguenta variações de temperatura, mas no Inverno tem de ter aquecimento ou uma zona resguardada onde possa proteger-se, principalmente de correntes de ar, inimigas de qualquer ave. Painço, alpista, verduras. Esta a base da sua frugal alimentação, a qual pode completar com suplementos vitamínicos e minerais. Não incentive a procriação antes da ave ter, pelo menos seis meses de idade.

Fonte :

sexta-feira, 5 de junho de 2009

DIFERENÇAS ENTRE ALGUNS EXÓTICOS 4

Artigo para os amantes dos Mandarins,ou não! Poderemos ver algumas das diferenças entre machos e fêmeas nas várias mutações, claro que faltam outras que ficam para uma próxima.

Nome científico:Taeniopygia guttata
Nome popular:Mandarim
Outros nomes:Zebra finch, Tintelhão Diamante
Originário da Australia também pode ser encontrado na Indonésia e Timor (espécie mais pequena que a Australiana)
Mutações, tamanho:Timor e gigante
Quanto à cor, pode variar entre o todo branco,cinzento, pastel, castanho avermelhado entre outras.
Dimorfismo sexual: cor do bico, outra é a mascara e o rendilhado do peito e flancos dos machos.