quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Gaiolas de exposição em cartão

A Associação Ornitológica de Coimbra, este ano já expõe algumas aves nestas novas gaiolas, penso que no para o Mundial também já vão ser utilizadas as gaiolas de cartão.

A maior parte das associações e clubes usavam gaiolas de exposição de plástico/acrílico , este tipo de gaiolas provocam alguns problema:

-aspecto logístico, difíceis de transportar e arrumar pelo seu volume.

-limpeza/manutenção, têm que ser limpas todos os anos depois/antes dos eventos.

-custo, elevado, no entanto mais duradouras e resistentes, é um facto.

Alguém teve uma brilhante ideia de fazer gaiolas de exposição em cartão. Apresentam algumas vantagens:

-depois de alguma prática, são fáceis de montar.

-arrumação, parece muito mais fácil, basta para o efeito, guardar as frentes

-logística, fácil, pois todo o resto da gaiola (caixa) de cartão vai para o papelão.

-custos, basta adquirir o cartão no próximo ano.

Na minha opinião há coisas a corrigidas, nomeadamente:
-A altura da barra da frente, muito alta para aves, se estas voarem para baixo (chão), não são visíveis, se as gaiolas estiverem altas nos cavaletes, tanto pior, (lembro que nas "antigas" havia uma rede que separava o tabuleiro do fundo).
- A porta, sendo de frente, facilita o roubo da ave, sendo necessários colocar uma pequena abraçadeira de segurança, só este pormenor traz algum atrasos na entrega das aves, tem que se cortar essa abraçadeira em todos as gaiolas (caixas).
-Pelo que vi na nossa exposição, deve ser colocado um qualquer tipo de absorvente para alem dos papeis que se colocam no fundo, penso ser muito importante para a apresentação das aves, em muitos casos as aves tomam banho e depois em contacto com o dejectos no fundo podem ficar sujas.

Vejam agora as diferenças entre os dois modelos.

3 comentários:

Luis Carlos disse...

Boa noite Srs. Será que consigo importar essas gaiolas para o Brasil
Conto com a atenção dos Srs.
Desde já agradeço

Luis Carlos disse...

Aguardo notícias

A.Local Duartes disse...

BOA tarde!
Caro amigo Luís, o problema não será o cartão , mas sim a grade que dá sustentabilidade a mesma, esta terá de ser feita com a medida. Mas contacte o (FONP)Federação Ornitológica Nacional Portuguesa que eles têm, pode ser que atravez da mesma possa haver a possibilidade de enviar para o Brasil.
Desculpe a demora , mas só reparei que tinha deixado um pedido.
Osvaldo Sereno - Birdsblog