quinta-feira, 3 de abril de 2008

Própolis - substância natural



3 exemplos de marcas que têm própolis entre muitas outras.

O própolis (substância resinosa que as abelhas usam para construir as suas colmeias), tem uma acção anti-bacteriana, anti-parasitária, óptimo cicatrizador, anti-inflamatório, previne o envelhecimento, o aparecimento de tumores e contribui para a produção de anticorpos (proteínas específicas que defendem o organismo dos alérgenos), infecções gastrointestinais e urinárias.


Composição química da própolis:
• 50% de resinas e bálsamos: ácidos urânicos, ácidos aromáticos, e outros;
• 30% de gorduras e vitaminas: ácidos gordos, óleos essenciais, vitaminas do grupo B, vitamina C, vitamina E;
• 10% de Polifenóis: flavonóides (Galangina);
• 5% de Pólen;
• 5% de Sais minerais: cálcio, cobre, ferro, bário, crômio entre outras.

Modo de usar:
3 a 4 gotas diluídas em água em bebedouro de 60 ml
• 20 gotas em cada litro de água de beber antes da primeiras posturas e preparação às incubações. A mesma dose durante 7 dias consecutivos após o nascimento dos filhotes;
• em caso de infecções graves, 30 gotas por litro de água de beber durante um período de 20 dias. É prudente neste caso intervir aos primeiros sintomas. Suspender durante 10 dias, para descanso do produto e voltar a repetir por mais 10 dias;
• em outras (posologia) doenças, algumas gotas duas vezes ao dia sobre as áreas infectada.


Conclusões:
O própolis é um produto que não pretendem substituir aos antibióticos tradicionais.
Também é uma opção de cada criador, pois, os resultados podem ser ou não satisfatórios, se o seu método lhe dá bons resultados não vale a pena altera-lo “equipe que ganha não se altera”.

Por norma pode ser encontrada à venda nas ervanárias ou lojas de produtos naturais.

1 comentário:

Guhn disse...

SECURITY CENTER: See Please Here